top of page
Post: Blog2_Post
  • Foto do escritorAdriana Ferreira

Resenha do Livro: Quartos Compartilhados e Histórias Privadas, de Bruna Zolko

Atualizado: 21 de dez. de 2023

Livro de contos que narram as memórias de um primeiro emprego singular: como recepcionista em um hostel.

banner-raizes-resenha-do-livro-quartos-compartilhados-bruna-zolko

Confira a resenha do livro Quartos Compartilhados e Histórias Privadas, de Bruna Zolko, publicado pela editora Ofício das Palavras, em 2023.


Viajantes solitários, casais, amigos ou família — os perfis eram diversos assim como seus planos na cidade: trabalho, festa, reencontros, despedidas, competições. Uma passagem breve ou estendida, não importava, o foco era conseguir um lugar acessível com cama e banho quente.


De brinde, vinha a convivência com outros viajantes que compartilhavam sala, cozinha, quartos e banheiros. Para alguns isso tornava a estadia mais interessante, para outros, era a pior parte. Fato é que conviver com estranhos em momentos íntimos — como dormir e tomar banho — pode ser transformador (para o bem e para o mau).


“Nos textos que tomam forma, nos costuro como personagens, protagonistas de uma colcha de retalhos”.

É o que nos conta a obra de estreia de Bruna Zolko que traz uma jovem recepcionista narrando histórias dos viajantes que passaram pelo hostel em que trabalha. Com seu olhar atento e curioso, ela nos apresenta o espaço, sua rotina nada monótona e compartilha os acontecimentos que mais a tocaram.


Como uma fuga da difícil rotina, com um pai alcoólatra e uma mãe desesperada, durante o expediente adentra na vida dos excêntricos hóspedes do hostel. Sem pensar em seus problemas, apenas observa os visitantes e imagina suas vidas, que sempre parecem mais interessantes que a sua.


Em alguns casos, arrisca uma conversa, dando início a uma amizade ou afeição. Mas, não dura mais do que o período da hospedagem. Encontros efêmeros, que servem para ela como experiência de vida.


“A sala ficou vazia, só havia eu — a mesma recepcionista de sempre — e a minha esperança de um dia revê-la”


Perrengues também não faltavam, muitas vezes trabalhando sem nenhuma gerência como apoio se via sozinha para resolver qualquer imprevisto e atender as mais diversas demandas dos hóspedes. Numa rotina cansativa mas também interessante.


Ao final de cada expediente, entre o receio do que encontraria em casa e o cansaço de um dia puxado, se dedica à escrita. Como válvula de escape, no ônibus de volta para casa, anota tudo que viveu em mais um dia de trabalho, acumulando histórias de todos os tipos: estranhas, divertidas, emocionantes…


“Em minhas folhas, guardo as histórias que aconteceram com hóspedes que estiveram nesses quartos. Nunca mais os vi e não sei seus paradeiros, mas os descrevo e os vejo em cada canto do hostel”.

Histórias essas que deram origem ao livro: Quartos Compartilhados e Histórias Privadas. Obra de contos ficcionais, inspirados em memórias de quando Bruna Zolko ainda jovem foi recepcionista em um hostel. A edição está primorosa, com ilustrações lindíssimas da Marina Ester Gomes. Vale conhecer!


Deixo aqui o link para adquirir o ebook e ainda ajudar o Raízes: Quartos compartilhados, na Amazon.

 
foto-escritora-dri-ferreira-blog-raizes

Obrigada por ler! 🤓

Espero que tenha gostado e se inspirado a ler o livro.

📨 Se quiser acompanhar as novidades do blog, se inscreva em nossa newsletter, é grátis.

🔗 Se quiser compartilhar esse texto com amigos, use os botões abaixo e leve-o para sua rede social preferida.

Nos vemos no próximo texto 🥰



Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page