top of page
Post: Blog2_Post
  • Foto do escritorAdriana Ferreira

Resenha do Livro: Frida Kahlo e as Cores da Vida, de Caroline Bernard

Atualizado: 5 de jan.

O livro traz a biografia romanceada de Frida Kahlo, uma mulher forte, sensível e à frente do seu tempo. Com uma história de vida intensa e dolorosa, mas sempre rodeada de cor e confiança.

banner-raizes-resenha-livro-frida-kahlo

Confira a resenha do livro: Frida Kahlo e as Cores da Vida, de Caroline Bernard, com tradução de Claudia Abeling e publicado pelo selo Tordesilhas em 2021.


O livro de Caroline Bernard conta a história de Frida Kahlo de forma romanceada. Sem pretensões biográficas, a obra apresenta a artista, suas relações, sua visão de mundo e os principais acontecimentos em sua trajetória pessoal e como pintora. Transmitindo a atmosfera e sentimentos possivelmente existentes em uma mulher como Frida, a partir do que é conhecido sobre suas vivências e obras.


Caroline Bernard é escritora há mais de 20 anos e inspira seus romances em histórias reais, principalmente de mulheres fortes. Para contar a história de Frida ela utiliza, em alguns momentos, a voz da própria pintora, como se ela estivesse narrando sua própria vida. Com ar intimista revelando seus medos, inseguranças, desejos, ideologia, amores e dores mais profundas.

banner-raizes-escritora-caroline-bernard
Escritora Caroline Bernard | Foto reprodução site Tordesilhas

A escritora ainda traz ao longo do texto citações reais de Frida ao relatar os principais fatos de sua vida, dando ainda mais profundidade à obra. Fazendo o leitor mergulhar no enredo que, de tantos altos e baixos, reviravoltas e descobertas, mais parece um roteiro ficcional.


Frida realmente teve uma vida bastante intensa, com momentos de muita dor e sofrimento passando para fases de uma urgente vontade de viver, com alegria, paixão e muitas cores. Nascida sob o nome de Magdalena Carmen Frida Kahlo Y Calderón, no dia 6 de julho de 1907, em uma família tradicional da Cidade do México, sempre se sentiu um pouco deslocada em sua casa. Se identificava com o pai, por sua sensibilidade e pintura, mas tinha fortes divergências com a mãe, por visões de mundo muito diferentes. Sempre foi muito livre, segura de si e entregue a experiências que a faziam se sentir viva e era vista como a filha rebelde.

"Essas são as duas mulheres que tenho dentro de mim… A mulher que quer viver do jeito que lhe convém e a mulher que carrega a carga da tradição e da história".

Gostava de provocar e chamar a atenção, era muito inteligente e se destacava por suas roupas exuberantes e coloridas. Na infância teve poliomielite e na adolescência sofreu um grave acidente que transformou sua vida, ambos acontecimentos deixaram seu corpo debilitado para sempre. Com uma saúde sensível, se viu por vezes limitada e convivendo com constantes dores.


Mesmo em condições adversas, passando por uma quase morte Frida encontra dentro de si uma força incrível por viver. Busca aceitar sua nova condição e resgata sua alegria e fé de que vale a pena estar viva. Em seu processo de recuperação volta a pintar, algo que antes de seu acidente já era um hobby. Através da arte passa a expressar seus sentimentos e entendimento sobre sua vida. Como se a pintura ajudasse a traduzir e, ao mesmo tempo, exorcizar as dores e frustrações que agora a acompanhavam.

"Ela pensou durante muito tempo a respeito, até descobrir: com esse quadro, ela tinha começado a levar sua pintura a sério. Com esse primeiro quadro, sua pintura se tornou um meio contra sua tristeza, um caminho para acabar com suas dores e dar um sentido aos dias".

Após sua recuperação do acidente, que deixou sequelas, Frida retoma sua rotina normal. Alegre e ativa volta a frequentar os encontros com amigos até que certo dia, em uma festa, encontra o grande amor de sua vida: Diego Rivera, um famoso muralista mexicano, com quem viverá até o fim de sua vida. O encontro dos dois foi tão inesperado quanto intenso. Pouco tempo após se conhecerem, entram em um relacionamento que logo virá casamento, repleto amor e companheirismo, mas também cheio de traições, disputas de ego e dor.

" 'Ó que a vida me deu hoje?', ela sussurrou. E respondeu: 'Hoje ganhei algo muito especial. Um futuro cheio de promessas'. Porque alguém tocou meu coração".

Intercalando momentos de dependência emocional e possessão, com fases de liberdade, paixão e cuidados um com o outro, Frida e Diego vão encontrando um jeito de fazer dar certo. Se é possível entender dessa forma. Ela aceita as traições dele e busca em seus próprios casos extraconjugais encontrar a lealdade e devoção que Diego não lhe dá. Ao mesmo tempo, Diego cuida de Frida e incentiva o desenvolvimento de sua arte, dando a ela espaço e visibilidade para poder florescer em sua profissão.


Nessa relação muito conturbada, Frida ainda passa por alguns abortos e desgostos familiares. Não bastasse tudo isso, sua saúde passa a piorar com os anos e seu corpo fica cada vez mais frágil. Sua pintura, segue sendo seu refúgio e forma de expressão durante toda sua vida. E é a peculiaridade, profundidade e complexidade de suas peças que vai impressionar quem as conhece, fazendo com que ela conquiste espaço e visibilidade.

" Não, não eram os sentimentos de Diego que lhe davam medo, mas os seus, intensos demais e aos quais ela tinha escancarado a porta na noite anterior".
"Meu amor por ele é infinito, minha admiração, meu desejo, minha vontade de entrega são megalomaníacos. Será que me perderei nele?".

Por vezes Frida se dedica a auto retratos, onde busca representar sua transformação e evolução pessoal, sempre com olhares muito profundos. Em outros quadros, pintou os ambientes ou objetivos que representavam suas emoções frente aos mais diversos acontecimentos de sua vida. Seus quadros impressionaram e muitos os classificavam como surrealismo.

"Frida, escute. A partir de sua dor, você criou uma obra-prima. Nunca antes uma mulher levou à tela uma poesia em luta tão ferrenha com a morte. É como…como…uma explosão expressionista, isso mesmo! Nunca vi um quadro com tamanha autenticidade".

É impressionante demais conhecer a história dessa mulher, que tinha valores e princípios muito claros. Acreditava em si mesma acima de qualquer coisa e soube, com muita inteligência emocional, superar as mais duras dificuldades da vida. Voltando sempre mais forte e valorizando sempre sua vida, suas paixões, a simplicidade e cultura do seu país.



Frida era livre, acreditava no amor, na arte, nas suas origens e principalmente na sua força e capacidade de viver. Muitos momentos de sua trajetória não foram fáceis, mas ela encontrava novas perspectivas de ver a situação e logo se levantava para seguir em frente. Sua dignidade e autonomia era o que mais importava, mesmo quando era traída e se sentia desvalorizada, conseguia enxergar que a traição dizia muito mais sobre o traidor do que sobre o traído.

"Nunca mais vou fechar os olhos as coisas que me desagradam. Serei fiel a mim mesma, a minha verdade, pois é melhor saber a verdade, mesmo que doa, do que mentir pra si. Em algum momento, a mentira retorna e nos açoita pelas costas".

Foi fiel a si mesma, se entregou a diversas experiências, paixões, viagens e viveu como desejou. Mesmo ficar ao lado de um marido que a traiu, foi uma escolha, não uma imposição. Frida sempre teve as rédeas de sua vida, mesmo em momentos de dor, dúvida, insegurança, tinha uma clareza da situação, como se fosse uma espectadora da sua própria vida. E isso bastava para ressignificar os acontecimentos e ficar ainda mais forte e experiente a partir deles.


Esse livro foi minha primeira leitura sobre Frida Kahlo e apesar de ser um romance baseado na realidade, dá pra ter uma excelente noção sobre a trajetória da artista. E compreender como ela se tornou um ícone do século XX, representando a força e independência das mulheres. Vale demais a leitura, para conhecer a vida desse personagem marcante, mas também pelos aprendizados e reflexões que ele deixa.

"Se é pra ser, então vamos com tudo".
 

Se você gostou da resenha do livro, confira abaixo o link para adquirir a obra e outros conteúdos que vão enriquecer ainda mais a sua experiência de leitura:


  • Outros livros sobre a vida de Frida Kahlo:

- Frida Kahlo: uma biografia, de María Hesse - biografia ilustrada sobre Frida Kahlo.

A autora, a espanhola María Hesse, considerada uma das ilustradoras mais importantes da Espanha atualmente (conheça seu trabalho aqui: @mariahesse), conseguiu realizar uma obra como poucas: conta a trajetória da vida e da obra da artista em primeira pessoa, lançando mão também de trechos de diários, cartas e depoimentos de Frida. O texto, aliado às lindíssimas ilustrações da autora e à caligrafia usada para os trechos originalmente de Frida, dão o tom perfeito a este livro.


- Frida: A biografia, de Hayden Herrera - principal obra sobre a vida de Frida Kahlo.

Escrito por Hayden Herrera, reconhecida historiadora da arte, o livro traz, além da intimidade da história de Frida, detalhadas descrições e interpretações dos quadros de Kahlo, escritas com o rigor e a acuidade de uma especialista, mas também com a clareza, a fluidez e a sedução de uma amante dessa arte


- O que Frida faria?: Um guia para uma vida plena, criativa e ousada - Livro com mensagens inspiradas na vida de Frida Kahlo.

O que Frida faria? Celebra seu estilo icônico, suas posições libertárias e seu infinito amor pela arte ― mesmo diante da dor e da decepção. Arianna Davis apresenta nesta obra o espírito revolucionário de uma das maiores artistas do século XX para encorajar mulheres de todas as gerações a serem fiéis a suas verdades e a não terem medo de serem quem são.


  • Filme FRIDA (2002), da diretora Julie Taymor , é uma adaptação do livro Frida - A Biografia de Hayden Herrera. Filme ganhou o Oscar de melhor maquiagem e trilha sonora, Globo de Ouro de melhor trilha sonora e BAFTA de melhor maquiagem e caracterização. Assista ao trailer aqui.

 
foto-escritora-dri-ferreira-blog-raizes

Obrigada por ler! 🤓

Espero que tenha gostado e se inspirado a ler o livro.

📨 Se quiser acompanhar as novidades do blog, se inscreva em nossa newsletter, é grátis.

🔗 Se quiser compartilhar esse texto com amigos, use os botões abaixo e leve-o para sua rede social preferida.

Nos vemos no próximo texto 🥰



Posts Relacionados

Ver tudo

Comentarios


bottom of page