top of page
Post: Blog2_Post
  • Foto do escritorAdriana Ferreira

Resenha do Livro: Turmalina, de Aparecido Galindo

Atualizado: 5 de jan.

Obra explicita a dura realidade vivenciada por pessoas em situação de rua, inclusive com a inexistência de um final feliz.

banner-raizes-resenha-do-livro-turmalina-aparecido-galindo

Confira a resenha do livro Turmalina, de Aparecido Galindo, lançado em 2022 pela editora Folheando.


Na narrativa acompanhamos por uma janela de tempo o cotidiano de Juraci, que tem seu destino predeterminado assim que se tornou mais uma pessoa em situação de rua.


Com um texto que nos prende e instiga a saber o que acontece a seguir, Aparecido Galindo nos lembra que por trás de cada pessoa que encontramos vivendo pelas ruas, existe uma história. Elas percebem e sentem os desvios de olhares e o desprezo com que são tratadas. E por mais que a maioria de nós as tratem como invisíveis, elas não são.


Vale a leitura e principalmente, vale a reflexão. É urgente a conscientização sobre a situação dessas pessoas e a busca por mais respeito e empatia. Por sua verossimilhança, Turmalina não nos consola com um final feliz. Pelo contrário, ela nos deixa desconfortáveis e consternados diante do inevitável desdobramento dos fatos.


Só mais um morador de rua


Juraci era um homem comum, casado, com filhos, trabalhador. Que se deixa levar pela bebida e os problemas que ela lhe traz o levam para rua. Como muitos, soma-se às estatísticas e se torna mais uma pessoa em situação de rua, ou um morador de rua termo escolhido pelo autor.


A nova realidade não foi bem uma escolha, mas a consequência de todas suas escolhas anteriores. E se por um lado, agora tinha uma vida sem regras, compromissos, rotina.

Por outro, lhe faltava afeto, respeito, segurança e saúde.


A fome, o frio e a falta de higiene eram apenas detalhes, perto do asco que despertava nas pessoas. Logo precisou aprender a conviver com olhares de medo e julgamento e mais rapidamente ainda teve que aprender a “se pôr no seu lugar” para evitar confusão.


“… sabia que não era bem-vindo pelo modo que as pessoas o olhavam, ou evitava olhá-lo”.

Descobriu um jeito de sobreviver, sem incomodar ninguém. Onde não era bem quisto, simplesmente não aparecia, para não arrumar inimizades. Sabia que quanto mais invisível fosse, mais seguro estava.


Como companhia, tinha seu fiel amigo Herbert, um vira-lata puro. Sombra de seu dono, andava com ele pelas ruas, sob chuva ou sol, dividindo o papelão, a escassa comida e as aventuras de viver nas ruas.



A esperança

Tudo ia relativamente bem, Juraci tinha êxito em esquecer a vida que deixou para trás e vivia isolado em seu novo mundo, com seu cachorro e sua cachaça. Até o momento em que encontra algo raro, que lhe traz o vislumbre de poder acertar as pendências do passado e recomeçar.


A princípio ele não tinha planos, aprendeu a não contar o tempo, pouco lembrava como era antes de viver nas ruas. Mas, o destino colocou em suas mãos uma oportunidade e isso mudou tudo.


Contudo, a jornada que se segue nos mostra apenas como os direitos e interesses de uma pessoa como Juraci são ignoradas. Como um fantoche ele participa dos acontecimentos, que em sua cabeça alimentam a esperança de uma nova vida. Mas, que na realidade nunca chegaram nem perto de acontecer.


Tudo porque seu entorno não o considera e apenas o usa em benefício próprio.


Nesse contexto, pela primeira vez Juraci se vê de outra maneira e em seu íntimo nasce um desejo de consertar as coisas. Porém, tudo que ele fez para chegar até aquele ponto o marcaram demais e trouxeram consequências não só para ele, mas para todos os que um dia o amaram.


E aí, ele precisa encarar que nem tudo na vida tem conserto. Às vezes, a situação em que os colocamos é irreversível.


Sobre o autor

Aparecido Galindo é natural de Alagoinha no Pernambuco, vive em São Paulo há mais de 15 anos. Sua história de vida é de superação e entrelaçada pelas artes, leia mais aqui.


Com publicações desde 2012, já deu vida a 7 obras, entre poesias, contos e romances.


Essa foi minha primeira leitura do escritor e tive uma excelente experiência. Uma escrita interessante que prende a atenção, com enredo e os personagens bem construídos, nos transportando para a realidade do personagem principal.


Recomendo a leitura de Turmalina e conheçam o trabalho de Aparecido, escritor contemporâneo brasileiro.

 
foto-escritora-dri-ferreira-blog-raizes

Obrigada por ler! 🤓

Espero que tenha gostado e se inspirado a ler o livro.

📨 Se quiser acompanhar as novidades do blog, se inscreva em nossa newsletter, é grátis.

🔗 Se quiser compartilhar esse texto com amigos, use os botões abaixo e leve-o para sua rede social preferida.

Nos vemos no próximo texto 🥰

 

Essa resenha foi produzida através de uma parceria com o autor. Se você quer ver o seu livro resenhado por aqui também, entre em contato: raizes.conteudo@gmail.com.



81 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page